Jornalismo independente, progressista e dissidente, na tua caixa de email

Subscreve aqui para receberes em primeira mão os nossos episódios, reportagens e artigos.

Bairro 6 de Maio: Ordem para limpar - email enviado para Câmara Municipal da Amadora

Pedido de resposta | Peça sobre demolições no Bairro 6 de Maio

Boa tarde,

O meu nome é Ricardo Ribeiro, sou jornalista no É Apenas Fumaça. Estou a trabalhar numa peça sobre o Bairro 6 de Maio, que foi circundado por um perímetro policial no passado dia 3 de Abril, e onde existiram demolições ordenadas pela Câmara Municipal da Amadora.

A peça sairá no dia 19 de Abril pelas 10 horas, pelo que gostávamos de ter o vosso comentário até às 18h de quarta-feira, 18 de Abril, para as seguintes perguntas:

  1. Confirmam que existiram demolições no Bairro 6 de Maio, na Amadora, no passado dia 3 de Abril?

  2. Confirmam que essas demolições foram feitas ao abrigo do Programa Especial de Realojamento?

  3. Confirmam que Edmilson Pinto, morador no Bairro 6 de Maio, foi obrigado a esvaziar a sua casa para que esta fosse demolida? A sua casa foi demolida?

  4. Que habitação alternativa foi apresentada ao Edmilson Pinto?

  5. Confirmam que, como dizem moradoras e moradores, não existiu qualquer notificação e aviso prévios de que as casas seriam demolidas no dia 3 de Abril?

  6. Qual a razão para ter havido um perímetro de segurança que circundava todo o Bairro durante váris horas, não deixando ninguém entrar nem sair, incluindo moradoras e moradores?

  7. Rita Silva, que faz parte dos coletivos Habita e Stop Despejos, afirmou que, em Janeiro, a Câmara Municipal da Amadora se comprometeu com a secretaria de Estado da Habitação e com o coletivo Stop Despejos a encontrar uma alternativa para as pessoas que não fazem parte do Plano Especial de Realojamento. Confirmam? Que alternativa é essa? Essa alternativa foi oferecida ao Edmilson Pinto?

  8. Confirmam que rejeitaram reunir com um morador e um ativista da Stop Despejos juntamente com o Ministério do Ambiente e o IHRU?

  9. Que empresas foram contratadas para efetuar os serviços de demolições no Bairro 6 de Maio no dia 3 de Abril e em demolições anteriores? Onde está disponível o contrato público de adjudicação da empreitada de demolições?

  10. Quantas casas foram já demolidas ao abrigo do PER? Quantas estão planeadas ser ainda demolidas?

  11. Existem já agendamentos para as futuras demolições? Se sim, quando serão?

Obrigado,
Ricardo Ribeiro
Jornalista, É Apenas Fumaça